sexta-feira, junho 14, 2024
Home > Notícias > Namíbia quer experiência de crescimento económico de Angola

Namíbia quer experiência de crescimento económico de Angola

O presidente da Comissão Parlamentar Permanente de Economia e Administração Pública da Namíbia, Hon Natangue Ithete, afirmou, terça-feira, em Luanda, que “colher de Angola a experiência enquanto economia em crescente desenvolvimento e na qualidade de promotora de investimentos” foi o que trouxe a delegação africana à capital do país.

Durante uma audiência concedida pela presidente da Assembleia Nacional, Carolina Cerqueira, o chefe da delegação parlamentar namibiana reconheceu tratar-se de um desafio para uma nação que esteve com a Namíbia nos tempos mais difíceis.

“Os nossos povos continuam a enfrentar desafios. Existem áreas que temos tido sucessos e outras que ainda encontramos alguns problemas, tais como Infra-estruturas, Educação, Saúde, entre outras. Os dois povos têm uma longa história e, por isso, precisamos estar unidos para ultrapassar estas dificuldades juntos”, disse Hon Natangue Ithete.

O presidente da Comissão Parlamentar Permanente de Economia e Administração Pública da Namíbia exaltou as relações entre os dois povos, que remontam ao período antes da Independência, e defendeu o fortalecimento destes laços, através de visitas recíprocas.

“Nós estivemos cá na época de 90 e actualmente podemos constatar que Luanda está a desenvolver-se muito mais rápido que o nosso país. Do lado namibiano nós temos muitos projectos em curso”, realçou o chefe da delegação.

Considerou que os povos dos dois países continuam a enfrentar desafios de vária ordem relacionados com as Infra-estruturas Rodoviárias, Educação e Saúde.

“Isto não é segredo para ninguém. Mesmo nas grandes cidades, ainda temos que melhorar. Não estamos aqui para esconder nada. Há áreas que temos tido sucessos, mas há aquelas que ainda encontramos desafios que precisamos vencer. Este é o motivo da nossa visita”, observou Hon Natangue Ithete.

O parlamentar namibiano incentivou as autoridades angolanas a continuarem com este desenvolvimento acelerado, mantendo as instituições vivas e fortes, para o bem do povo de Angola.

“Os povos de Angola e da Namíbia têm uma longa história e são relações que não começaram ontem, mas antes de 1975. E o fortalecimento destas relações deve ser feito através de visitas regulares recíprocas”, reforçou, considerando ambas as nações “irmãs”.

O deputado também disse que tem a certeza de que “Angola nunca vai deixar a Namíbia de fora”, reiterando que o seu país possui “muitos desafios, ideias, mas quando se trata de concretização” demora muito. Por este facto, a delegação deslocou-se a Luanda para aprender como os angolanos conseguem, num curto espaço de tempo, crescer economicamente.

“Acredito que as nossas políticas e sistemas prolongados atrasam o desenvolvimento do nosso país. Por isso, viemos beber da experiência de Angola, nosso país irmão”, afirmou o chefe da delegação visitante.


Apoio à presidência angolana da SADC

Por outro lado, o parlamentar avançou que vai ser uma grande honra Angola assumir a presidência da SADC, durante a 43ª Cimeira da organização regional: “Não vamos apenas ver como está a trabalhar. Sabemos que Angola não é um país egoísta”.

“Portanto, confiamos na liderança de Angola. Estamos juntos pela unidade de África. Devemos lembrar que antes de sermos angolanos e namibianos, somos africanos e devemos sempre promover a unidade africana”, concluiu Hon Natangue Ithete.

Angola e Namíbia mantêm relações diplomáticas, que se traduzem na instalação de Embaixadas nas capitais e no estabelecimento de Consulados.

Entre os dois Estados existem acordos de cooperação em diversos domínios, destacando-se os de Isenção de Vistos, no domínio da Defesa e Segurança, Indústria, Comércio, Energia e Águas, Pescas, Turismo e Transportes.

Fonte: JA

Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial