Domingo, Julho 14, 2024
spot_img
spot_img
spot_img
InícioNotíciasMESCTI descobre mais fraudes nas matrículas no ensino superior e anula inscrições...

MESCTI descobre mais fraudes nas matrículas no ensino superior e anula inscrições nos Politécnicos Kangonjo e Nelson Mandela

O Ministério do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação, no âmbito da fiscalização ao processo de cursos de graduação, descobriu mais 55 matrículas fraudulentas – 35 no Politécnico de Kangonjo e 20 no Nelson Mandela. Entre as várias irregularidades detectadas está a manipulação de notas. A ministra Maria do Rosário Sambo ordenou que sejam consideradas “inválidas e sem efeitos legais e académicos” as matrículas dos 55 estudantes, soube à imprensa.

Por despacho, a ministra do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação determina a aplicação de multas às duas instituições, na ordem dos 5 milhões de kwanzas, e determina que ambos os politécnicos ficam impedidos de realizar matrículas e inscrições de novos estudantes nos cursos em que foram detectadas ilegalidades.

No caso do Instituto Politécnico de Kangonjo, os 35 alunos matriculados ilegalmente estavam inscritos nos cursos de licenciatura em gestão, ciências farmacêuticas, enfermagem e análises clinicas. Já no caso do Kangonjo e Nelson Mandela, os 20 estudantes encontravam-se matriculados em direito, enfermagem, psicologia e informática.

Este não é o primeiro caso de manipulação fraudulenta de matrículas. O Instituto Superior de Ciências da Educação (ISCED) de Luanda também manipulou resultados nas pautas de admissão, atribuindo nota positiva a candidatos que tinham tido entre 0 e 4 valores nos exames.

Em Março, foram também detectadas ilegalidades nos processos de matrículas nos institutos superior politécnico privado do Kilamba, do Bita, (Luanda), o de Ciências da Educação (ISCED-público), o Instituto Politécnico Atlântida, o Internacional de Angola, o Crescente, o Católico de Benguel (este admitiu mais de mil estudantes para o curso de formação de professores sem terem feito exame nacional).

Fonte: NJ

RELATED ARTICLES

1 COMENTÁRIO

  1. […] Estes documentos irão adequar as estruturas organizacionais e melhorar os níveis de resposta dos órgãos do Ministério do Interior, no domínio da prevenção e combate à criminalidade, investigação e instrução processual, imigração ilegal, humanização do sistema penitenciário, protecção civil, assim como gestão e fiscalização das receitas próprias arrecadadas pelos órgãos do Ministério do Interior. […]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- PUBLICIDADE-spot_img
0FãsCurtir
SeguidoresSeguir

MAIS LIDAS