Sábado, Julho 20, 2024
spot_img
spot_img
spot_img
InícioEconomiaPaís arrecada 1,96 mil milhões de dólares com os diamantes

País arrecada 1,96 mil milhões de dólares com os diamantes

Angola comercializou, no ano passado, 9,19 milhões de quilates, que corresponde a uma receita bruta avaliada em 1,96 mil milhões de dólares, anunciou, esta sexta-feira, em Luanda, o director do Gabinete de Estudos, Planeamento e Estatística do Ministério dos Recursos Minerais, Petróleo e Gás.

Alexandre Garete, que apresentou o balanço dos resultados da produção, comercialização e exportação de diamantes, referentes ao IV trimestre e anual, em representação do secretário de Estado para os Recursos Minerais, Jânio Corrêa Victor, indicou que as exportações realizadas, em 2022, totalizaram 8,83 milhões de quilates.

Segundo Alexandre Garete, comparação com o ano de 2021, observou-se um incremento do volume das exportações de diamantes que situam em 1,38 por cento, em que os principais destinos foram os Emirados Árabes Unidos (67,91 por cento), Bélgica (21,25 por cento), e China (10,82 por cento).

De acordo com o director do GEPE, em 2022, Angola produziu 8,75 milhões de quilates, dos quais, 8,71 milhões provenientes da produção industrial, e 46,311 quilates, resultantes da produção semi-industrial.

Para o gestor, comparativamente com o ano de 2021, houve um aumento de 0,37 por cento, do volume da produção de diamantes, em que a empresa Catoca foi a que mais produziu, com cerca de 64,82 por cento, da produção total.

Apontou que, em 2022, o mercado internacional registou uma escassez de diamantes brutos, por causa das sanções impostas aos diamantes provenientes da Rússia, o que provocou a alta da procura da “commodite”, originando a subida dos preços.


 Produção trimestral atinge  USD 536 milhões em receitas

De acordo com Alexandre Garete, durante o mesmo período em análise, a produção de diamantes, em Angola, foi de 2,65 milhões de quilates, dos quais, 2,63 milhões correspondem a produção industrial, e 18.496 quilates, equivale a produção semi-industrial, em que a sociedade Catoca foi a mais destacada, com 46,20 por cento da produção total.

Disse que, durante o IV trimestre de 2022, o país comercializou 2,87 milhões de quilates, a um preço médio ponderado de 186,74 dólares/quilates, atingindo uma receita bruta de 536,66 milhões de dólares.


Endiama investe mais  de 100 milhões de dólares

O presidente do Conselho de Administração da Endiama, Augusto Ganga Júnior, disse que, este ano, a empresa que dirige, vai investir mais de 100 milhões de dólares, para as operações e prospecção nas minas de Luachinda, Cuango e Luelo.

Segundo o PCA da Endiama, os estudos de prospecção das minas de Luachinda e Cuango, cada vai ter um investimento avaliado em 15 milhões de dólares, e a de Luela, com a responsabilidade da Endiama, tem um investimento que ronda os 100 milhões de dólares.

“Este ano, estamos a trabalhar para aumentar a produção e prospecção de diamantes. Em 2022, atingimos uma produção de nove milhões de quilates. A nossa intenção é passarmos para 12 milhões de quilates, em 2023”, indicou, destacando que para a melhoria operacional, a Endiama vai contar, também, com algumas minas existentes, com destaque a do Luela, em que se esperam obter as primeiras produções de diamantes.

Fonte: JA

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- PUBLICIDADE-spot_img
0FãsCurtir
SeguidoresSeguir

MAIS LIDAS