Sábado, Julho 20, 2024
spot_img
spot_img
spot_img
InícioNotíciasGPL «empurra» para 2024 solução das bacias de retenção e valas de...

GPL «empurra» para 2024 solução das bacias de retenção e valas de drenagem que «devoram» vidas

O drama das bacias de retenção e valas de drenagem, em Luanda, continua, e a solução parece ainda estar distante de se resolver. Quem o diz são os luandenses, muitos dos quais com episódios de verem os seus entes perderem a vida nestas importantes infra-estruturas de drenagem das águas das chuvas e residuais, devido à falta de vedação.

Enquanto se espera por intervenções definitivas, o número de óbitos soma e segue, por exemplo, só em Viana, no período de 2016 a 2023, segundo dados dos Serviços Provincial de Protecção Civil e Bombeiros de Luanda, pelo menos 25 pessoas morreram afogadas nestes locais.

Em contrapartida, as últimas chuvas que caíram sobre a capital do País voltaram a enlutar famílias. Na bacia de retenção localizada no interior do bairro Sanzala, em Viana, segundo relatos de moradores e balanço dos Serviços de Protecção Civil e Bombeiros de Luanda, “devoraram” dois adolescentes, de 12 e 15 anos, ao passo que, no distrito urbano da Baía, foi registada a morte de um menor de 14 anos.

Jeremias António, morador da zona conhecida por Pingo D”Água, em Viana, contou ao NJ que algumas valas e bacias já estiveram vedadas, mas “infelizmente os aproveitadores” danificaram a vedação metálica para a retirada do aço para a comercialização nos mercados informais e nos ferros-velhos.

“Eu vivo aqui junto à bacia de retenção da Cacimba, há mais de 15 anos, e tenho conhecimento de que sete pessoas morreram neste local por afogamento em 2021, embora em contextos diferentes”, conta. Outro morador que não quis ser identificado, entrando na conversa, diz que a bacia de retenção da Cacimba, na conhecida zona do bairro Pingo D”Água, que ocupa um espaço de aproximadamente 500 metros quadrados, nas últimas chuvas desalojou pelo menos 12 famílias, interditou a circulação de veículos e peões da rua que liga o bairro à estrada principal e causou o encerramento de duas escolas do ensino privado.

Fonte: AN

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- PUBLICIDADE-spot_img
0FãsCurtir
SeguidoresSeguir

MAIS LIDAS