Domingo, Julho 14, 2024
spot_img
spot_img
spot_img
InícioNotíciasExército aposta no rejuvenescimento para maior capacidade operacional

Exército aposta no rejuvenescimento para maior capacidade operacional

O comandante do Exército, general João Kiteculo, assegurou, sexta-feira, em Luanda, que o processo de rejuvenescimento e reequipamento levado a cabo nas Forças Armadas Angolanas (FAA) vai conferir maior capacidade operacional e combativa aos militares.

Ao discursar na abertura do Ano de Instrução do Exército 2023-2024, no Campo Militar do Grafanil, o oficial general disse que o Exército aposta no treino das tropas através da realização de exercícios, manobras e aulas práticas nas várias especialidades.

A preparação combativa, frisou o comandante do Exército, deve ser praticada na busca oportuna da melhoria do processo de rejuvenescimento e reequipamento das tropas, com trabalho, organização e disciplina, de modo que o ramo militar possa cumprir o papel para o qual foi criado.

De acordo com o chefe do Exército, a contínua instrução das tropas vai proporcionar um forte temperamento do ponto de vista da consciência patriótica, cívica, moral e jurídica, para que sejam sempre capazes de encarar com prudência, resiliência e determinação as situações atípicas que o serviço militar impuser, tanto no âmbito militar como no social.

A concretização dos objectivos da política de desenvolvimento do Exército, frisou José Kiteculo, visa alcançar os resultados definidos no plano estratégico de desenvolvimento das Forças Armadas Angolanas, nomeadamente a melhoria da qualidade de vida e de serviços dos efectivos, aperfeiçoamento dos órgãos de controlo e o aumento da base de organização e disciplina.

João Kiteculo disse que o Exército, ao longo do percurso histórico, enfrentou e suportou situações delicadas, mas nunca declinou das suas responsabilidades para com a Pátria. “Por isso, deve continuar a defender a soberania com homens altamente preparados e comprometidos com a Nação”, sublinhou.

A preparação operativa, combativa e educativo-patriótica, ressaltou João Kiteculo, constitui a mais importante ferramenta do serviço militar, em que estão estabelecidas as prioridades da política de instrução, tendo como base o sistema de controlo que incentiva o serviço castrense.

“Temos de apostar no adestramento das tropas através da realização de exercícios, manobras e aulas práticas nas várias especialidades, sem se perder de vista as missões de manutenção de paz, ajuda humanitária, busca e salvamento”, afirmou o comandante do Exército.

A cerimónia de abertura do Ano de Instrução do Exército 2023-2024 contou com a presença de oficiais superiores, instrutores e consultores, bem como de efectivos das diferentes especialidades instaladas no Campo Militar do Grafanil.

No mesmo local, está  também exposta uma feira de meios bélicos e de artes militares.

Fonte: JA

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- PUBLICIDADE-spot_img
0FãsCurtir
SeguidoresSeguir

MAIS LIDAS