quinta-feira, junho 20, 2024
Home > Economia > Concluídos mais de 850 projectos em todo país da carteira do PIIM

Concluídos mais de 850 projectos em todo país da carteira do PIIM

O Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM) tem já concluídos, em todo país, um total de oitocentos e oitenta e cinco projectos, segundo dados da Comissão Interministerial para implementação do PIIM (CI-PIIM)

A V Reunião Ordinária do CI-PIIM, realizada ontem, no município do Ndalatando, província do Cuanza Norte, fez o balanço global da implementação deste plano de inciativa do Presidente da República, João Lourenço. Orientada pelo seu coordenador, o ministro de Estado para Coordenação Económica, José de Lima Massano, a reunião avaliou ainda o grau de implementação deste plano integrado na província do Cuanza Norte, onde mais de 80 por cento dos projectos estão concluídos.

Falando à imprensa no final da reunião, o secretário de Estado para as Autarquias Locais e coordenador do Grupo Técnico para a Implantação do PIIM, Márcio Daniel, referiu que a reunião de ontem esteve virada, essencialmente, aos grandes números do PIIM. Com isto, avançou que até ao momento estão concluídos 885 projectos da carteira do PIIM a nível nacional.

Destes, segundo Márcio Daniel, os sectores com maior predominância em termos de projectos são os da Saúde, Educação e Vias de Comunicação. No domínio da Saúde, existem até agora 134 projectos concluídos, dos quais se destacam 48 postos de saúde, 47 centros de saúde, 19 hospitais municipais e 7 centros materno-infantis. Referiu que tendo em conta o potencial de camas disponibilizadas em cada uma das tipologias mencionadas, o PIIM conseguiu contribuir com quatro mil novos leitos hospitalares, disponibilizados à população fruto do trabalho que tem sido desenvolvido no âmbito do PIIM.

Mais de 300 projectos educacionais concluídos

No tocante ao sector da Educação, o secretário de Estado para as Autarquias Locais e Coordenador do Grupo Técnico para a Implantação do PIIM, avançou que foram concluídos 314 projectos deste sector. As escolas construídas e colocadas à disposição da população têm predominância na tipologia de se- te e doze salas de aulas. No global, disse, foram erguidas 168 escolas de 7 salas e 65 de doze. Estes números, segundo o secretário de Estado, permitiu que ingressassem ao sistema de ensino mais de 8 mil novos alunos. “Temos consciência que é um passo na diminuição de alunos fora do sistema de ensino, mas o que temos de continuar a fazer ainda é muito grande”, afirmou.

Fonte: OPAÍS

Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial