Quarta-feira, Julho 24, 2024
spot_img
spot_img
spot_img
InícioDesportoTaça da Confederação: Académica garante presença inédita na fase de grupos

Taça da Confederação: Académica garante presença inédita na fase de grupos

A Académica do Lobito fez domingo, o inédito, ao classificar-se pela primeira vez na história para a fase de grupos da Taça da Confederação de futebol, após a vitória sobre o Al-Merreikh do Sudão, por 3-0, no Estádio Tundavala, em jogo da segunda “mão” da última eliminatória, depois do nulo no primeiro desafio.

Em superioridade numérica em relação ao adversário, que actuou com menos uma unidade desde o início, a formação angolana cedo revelou superioridade.

Contudo, a pressa de tirar vantagem da inferioridade do emblema do Sudão do Sul tirou algum discernimento e causou ansiedade aos comandados de João Pintar da Silva.

Por isso, apesar do domínio, a equipa pecava demasiado, sobretudo com remates desenquadrados com a baliza.

Os estudantes assentaram a sua estratégia na circulação da bola, entre os três sectores, com um futebol praticado a toda a dimensão do terreno.

A perfeita interligação entre os defesas, médios e avançados não culminou em golos por displicência na hora da finalização. A mais flagrante deu-se aos 15 minutos, levando os inúmeros adeptos presentes no estádio a gritar golo.

Enquanto isso, o Al-Merreikh não esboçava acções de ataque de grande realce, que causasse preocupações ao último sector mais recuado dos angolanos.

Diante deste cenário de quase inactividade da equipa adversária, a Académica inaugurou o marcador, aos 31 minutos, por Caprego, de cabeça, após jogada de combinação e cruzamento para a pequena área.

O golo espevitou o grupo que passou a jogar com maior segurança.  A autoridade na defesa, liderada pelo central Sequesseque e a criatividade no sector intermédio, sustentada pela criatividade do capitão Maria Pia, permitiram a ida para o intervalo com total domínio do jogo e vantagem de 1-0.

A equipa do Lobito confirmou a superioridade na segunda parte. No regresso dos balneários, a Académica surgiu dominadora diante de um oponente que continuava sem capacidade para contrapor a força dos estudantes.

Muito laboriosa e esforçada, a equipa do Sudão foi sempre incapaz de se impor no jogo. Chegou incompleto ao Lubango, com apenas nove jogadores de campo e um guarda-redes e pagou caro por isso.

Na etapa complementar da partida, Maria Pia (50′) e Jepson (82′) celaram a contagem num jogo inteiramente dominado pela equipa lobitanga.

Fonte: JA

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- PUBLICIDADE-spot_img
0FãsCurtir
SeguidoresSeguir

MAIS LIDAS