Domingo, Julho 14, 2024
spot_img
spot_img
spot_img
InícioNotíciasPR diz que vai continuar a apostar nas telecomunicações e que quer...

PR diz que vai continuar a apostar nas telecomunicações e que quer adquirir mais dois satélites

O Presidente da República (PR) disse esta sexta-feira, ao inaugurar o Centro de Controlo e Missão de Satélites, localizado na zona da Funda, província de Luanda que o Estado vai continuar a investir no sector das telecomunicações, com a construção de mais satélites e outras infraestruturas para garantir que as comunicações “ajudem a desenvolver o país”

João Lourenço frisou a “extrema importância” destes projectos e referiu que “a capacidade financeira arranja-se”.

“Nós consideramos que o projecto é de extrema importância. Este centro pode comportar até três satélites, os outros dois vão ter de ser adquiridos ao longo do tempo, é uma questão de programação. Se não há capacidade hoje, haverá amanhã, o que vale é a intenção de completar o projecto, ele não está completo e assumimos o compromisso de completá-lo, não importa quanto tempo levar”, referiu.

Segundo o PR, além do satélite há investimentos a fazer em terra, no sentido de garantir que as comunicações ajudem a desenvolver o país, que estejam ao serviço da economia angolana, pelo que “continuarão a ser feitos”.

O Chefe de Estado salientou que em termos de fibra ótica, transmissão por cabo, foi feito já um investimento que actualmente permite ligar, por cabo, Angola à vizinha República Democrática do Congo.

“Tem de haver uma combinação de fonte de transmissão dos sinais de voz, de imagem tanto por via satélite, via cabo e outras formas de transmissão, outros investimentos serão feitos com certeza para garantir a melhor qualidade possível das telecomunicações do nosso país”, afirmou.

“Com o lançamento deste satélite [Angosat-2] e a sua entrada em funcionamento, Angola ganha em todos os pontos de vista. Vamos melhorar as nossas telecomunicações, a comunicação social, voz e imagem, vão melhorar também, vão beneficiar deste importante projecto a agricultura, a ciência de uma forma geral, a educação”, sublinhou.

Angola lançou em Outubro do ano passado com sucesso o Angosat-2, fabricado na Rússia, segundo engenho construído pelo país europeu, depois de o primeiro, o Angosat-1, ter falhado, em Dezembro de 2017.

O Centro de Controlo e Missão de Satélites foi construído numa superfície total de 6.617 metros quadrados e tem 47 compartimentos apetrechados com meios técnicos e tecnológicos, com capacidade para assegurar o acompanhamento, monitoramento e exploração de satélites.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- PUBLICIDADE-spot_img
0FãsCurtir
SeguidoresSeguir

MAIS LIDAS