Quinta-feira, Julho 25, 2024
spot_img
spot_img
spot_img
InícioEconomiaMoeda nacional "estacionada" acima dos 820 kwanzas por dólar há um mês

Moeda nacional “estacionada” acima dos 820 kwanzas por dólar há um mês

O Kwanza quebrou o ritmo acelerado de depreciação face à moeda norte-americana, tendo sido negociado a uma taxa média de câmbio que gira à volta dos 820 Kz por dólar há um mês. O BNA aponta que nesta quarta-feira, uma nota de 1 dólar estava a ser negociado a uma taxa média de 825 Kz, o que representa uma ligeira depreciação de 0,3% no espaço de um mês.

Quanto ao euro, apreciou 0,3% quando comparado aos 901 Kz desta quarta-feira face os 903,8 kz negociado no mês passado, que mostra, de facto, que a moeda nacional está praticamente “estacionada”. Ainda assim, face a 11 de Maio, período em que o kwanza começou o ciclo de depreciação, a moeda nacional depreciou 39% face dólar e ao euro.

Se considerarmos o período em que o BNA começou a reforma cambial, a moeda nacional afundou 80%, tal como se explica no texto anterior. Para travar a depreciação abrupta da moeda nacional o banco central limitou a oferta de liquidez aos bancos e obrigou as petrolíferas e diamantíferas a deixarem de vender moeda estrangeira directamente aos grandes bancos, passando a dispersar as divisas no mercado cambial, a norma entrou em vigor a 01 e Agosto, praticamente há duas semanas.

A medida serve para assegurar maior transparência nas operações de venda de moeda estrangeira por parte das sociedades do sector petrolífero e diamantífero, que têm estado a interagir directamente com os grandes bancos, utilizando a plataforma Bloomberg FXGO simplesmente para fazer o registo, já que o Tesouro Nacional tem estado ausente desde Fevereiro. É fundamental que o Kwanza possa voltar a equilibrar o seu valor cambial, sabe-se que este não é o valor real da moeda nacional, mas também ninguém espera que no curto e médio prazo possa voltar aos valores do início do ano.

De acordo com a opinião de vários especialistas, a moeda nacional vai voltar a depreciar nos próximos meses. “O mercado cambial está parado e não há transacções significativas. Quem tem as divisas, ou não tem necessidade de Kwanzas ou está a mostrar descontentamento com o actual estado de coisas e congelou a oferta. Mas quando voltar a assistir- -se a vendas, o câmbio vai voltar a depreciar”, defende o economista Wilson Chimoco.

A consultora BMI da agência de rating Fitch Solutions também espera uma queda do kwanza nos próximos meses. A consultora norte-americana considera que a moeda angolana vai continuar a depreciar-se, chegando ao final do ano a valer cerca de mil kwanzas por dólar, uma depreciação de 17,5% face ao câmbio actual de 825,0 Kz.

A BMI prevê também que no próximo ano o Kwanza venha a estabilizar à volta deste câmbio, devido a uma ligeira subida no preço mundial do petróleo e uma taxa mais baixa de queda da produção petrolífera. “A forte exposição de Angola à volatilidade externa que afecta o sector petrolífero apresenta um risco de depreciar o Kwanza ainda mais do que as previsões”, alertam os especialistas.

Fonte: Expansão/AN

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- PUBLICIDADE-spot_img
0FãsCurtir
SeguidoresSeguir

MAIS LIDAS