Domingo, Julho 14, 2024
spot_img
spot_img
spot_img
InícioNotíciasJacarés devoram quatro pessoas em sete dias no Cuando Cubango

Jacarés devoram quatro pessoas em sete dias no Cuando Cubango

Pelo menos quatro pessoas foram devoradas e outras duas ficaram gravemente feridas por ataques de jacarés em apenas uma semana, na província do Cuando Cubango, disse, quarta-feira, ao Jornal de Angola, na cidade de Menongue, o porta-voz do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros.

Segundo Albano Cutarica, das quatro mortes por ataques de jacarés duas foram registadas na comuna do Savate (município do Cuangar), uma no Cuchi e outra no Cuito Cuanavale.

Deu a conhecer que o último caso registou-se segunda-feira.

Acrescentou que os casos com feridos foram registados nos municípios do Cuchi e de Mavinga, cujas vítimas foram socorridas pelas pessoas que também estavam a tomar banho e fazer trabalhos domésticos no rio.

Albano Cutarica fez saber que, desde Janeiro do corrente ano, o Serviço de Protecção Civil e Bombeiros, registou 22 casos de ataques de jacarés, que resultaram em 16 óbitos e seis feridos, com maior realce nos municípios de Menongue, Cuchi, Cuito Cuanavale, Cuangar, Mavinga e Dirico.

Durante o período em referência foram, também, registados sete ataques de hipopótamos no município do Dirico, que resultaram em quatro mortos e três feridos, ao passo que um cidadão foi atacado mortalmente por um leão e três por cobras venenosas.

Albano Cutarica disse que houve ainda o registo de dois ataques de búfalos, com um morto e um ferido, e três de cães raivosos, bem como 46 tentativas de ataques de jacarés, hipopótamos, leões, búfalos, elefantes, entre outros animais selvagens. 

O porta-voz do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros referiu que, nos últimos tempos, tem sido frequente o aumento de ataques de animais selvagens na província do Cuando Cubango, pelo facto de muitas pessoas ignorarem as medidas de prevenção.

Salientou que, desde Janeiro deste ano, 70 lavras foram invadidas por hipopótamos e cinco por elefantes, tendo-se registado, também, 16 casos de invasão de abelhas, cobras, lagartos e crocodilos em residências, instituições públicas e estabelecimentos comerciais.

Fonte: JA

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- PUBLICIDADE-spot_img
0FãsCurtir
SeguidoresSeguir

MAIS LIDAS