sexta-feira, junho 14, 2024
Home > Crime > Homem detido por Violar um rapaz de 17 anos

Homem detido por Violar um rapaz de 17 anos

Um homem, de 34 anos de idade, foi detido há dias pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC), por abusar sexualmente, no dia 28 de Setembro, um adolescente de 17 anos, com quem partilhavam a mesma casa, no bairro Banga Wé, município do Kilamba Kiaxi, em Luanda, soube o Jornal de Angola de fonte policial.

O porta-voz do Serviço de Investigação Criminal, superintendente Fernando de Carvalho, explicou que o homem incorreu na prática do crime de atentado ao pudor, concorrido com ofensas corporais graves e violência doméstica a um estudante menor.
O crime aconteceu às 2 horas da madrugada, quando o agressor embriagado, encontrou a vítima a dormir, amarrou-lhe as mãos, retirou-lhe o calção e introduziu brutalmente o pénis no ânus do amigo, causando hemorragia e graves ferimentos.
O Jornal de Angola soube que o agressor e a vítima viviam na mesma casa, mas em quartos separados, cujos proprietários encontram-se de viagem.
No dia do sucedido, segundo Fernando de Carvalho, o acusado ficou até altas horas da noite a consumir bebidas alcoólicas e, quando chegou a casa, agrediu a vítima física e psicologicamente, nem mesmo os gritos de dores e clamores demoveram o homem da agressão sexual, tendo somente parado depois de alcançar o objectivo.
Entretanto, o SIC prendeu, em Luanda, dois jovens, estudantes de Informática, por falsificarem recibos de cartões multicaixa, para compra de telefones e computadores em vários estabelecimentos comerciais da província.
Os dois amigos dirigiram-se para um estabelecimento comercial e fizeram compras no valor de 500 kwanzas, tendo pago com Multicaixa. Posteriormente, fotografaram o recibo e, com a ajuda de meios informáticos, falsificaram os comprovativos, alterando os valores que lhes permitiu comprar telefones e computadores.
Depois, enviavam os recibos via WhatsAp para determinados estabelecimentos comerciais e levantavam artigos, que posteriormente eram vendidos e o dinheiro repartido equitativamente.
Eles foram apanhados quando falsificaram um recibo, no valor de 399 mil kwanzas, com que pretendiam adquirir telefones e computadores num estabelecimento comercial.
Os dois marginais estão indiciados nos crimes de burla por defraudação e falsificação de documentos e cometiam estes crimes há mais de um ano, lesando mais de 30 estabelecimentos comerciais, em Luanda.
André da Costa

Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial