Domingo, Julho 14, 2024
spot_img
spot_img
spot_img
InícioNotíciasEUA garantem apoio a Angola na pacificação do Leste da RDC

EUA garantem apoio a Angola na pacificação do Leste da RDC

O embaixador dos Estados Unidos em Angola, Tulinabo Mushingi, reafirmou, terça-feira, o compromisso do seu país em apoiar Angola na busca de uma solução para a paz definitiva no Leste da República Democrática do Congo (RDC), onde a situação é descrita como bastante crítica.

O diplomata norte-americano, que falava à RNA, durante uma visita efectuada àquela casa de rádio, afirmou que face ao agravamento da situação no Leste da República Democrática do Congo, Angola deve continuar a desempenhar o seu papel fundamental para a pacificação da região. “Os Estados Unidos apoiam todos os esforços do Executivo angolano para a pacificação do Leste da República Democrática do Congo. Nós temos seguido o roteiro do que chamamos “processo de Luanda”, que está a trabalhar com o processo de Nairobi, por isso, vamos continuar a apoiar os esforços do Governo angolano para tentar trazer a paz nesta região de África”, vincou.

De acordo com Tulinabo Mushingi, os Estados Unidos estão empenhados na promoção de acções para que haja um aumento do investimento privado norte-americano em Angola, nos diversos sectores.

Segundo o diplomata, Washington apoia, igualmente, Angola na área da defesa e segurança, bem como na implementação de programas para o reforço da democracia.

“Estamos a promover as companhias americanas a abraçarem o investimento privado. Pensamos que este é também um assunto muito importante para nós”, disse.

Na área de segurança, frisou, os Estados Unidos promovem a estabilidade, mas também o treino entre diferentes forças de segurança e as Forças Armadas americanas, para partilha de experiencias e “podermos trabalhar juntos”. “Na área da boa governação, vamos continuar a promover uma sociedade democrática inclusiva”, acrescentou.

Depois de visitar os estúdios centrais da Rádio Nacional de Angola, Tulinabo Mushingi recebeu, da parte do presidente do Conselho de Administração da RNA, Pedro Cabral, esclarecimentos de como funciona a área de produção de conteúdos noticiosos.

No final, o embaixador norte-americano disse ter ficado impressionado com o que viu na Rádio Nacional de Angola. “Fico com a impressão muito positiva, porque fora daqui nós não sabemos o que acontece dentro desta casa de rádio. Ouvimos notícias, mas não vemos como elas são preparadas. Por isso, estou impressionado com o nível de preparação do pessoal e os equipamentos de que dispõem”, disse o embaixador dos Estados Unidos acreditado em Angola.

Fonte: JA

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- PUBLICIDADE-spot_img
0FãsCurtir
SeguidoresSeguir

MAIS LIDAS