Sábado, Julho 20, 2024
spot_img
spot_img
spot_img
InícioEconomiaEmbaixador da Polónia quer aumento da balança comercial com Angola

Embaixador da Polónia quer aumento da balança comercial com Angola

O embaixador da Polónia em Angola, Piotr Mysliwiec, classificou de insuficientes as trocas comerciais entre Angola e o seu país, a julgar pelo potencial que os dois países possuem.

Segundo o diplomata, os dois países possuem recursos suficientes para aumentar o volume das transacções comerciais anuais entre o seu país e a Angola de insuficientes.

Piotr Mysliwiec falava nesta quinta-feira, 19, à imprensa, no final da audiência concedida pelo Presidente do Conselho de Administração da AIPEX, em Luanda.

“A balança comercial entre a Polónia e Angola ainda é muito baixa, estimada em cerca de 30 milhões de dólares anos, valor aquém das potencialidades e oportunidades dos dois países”, disse.

De acordo com embaixador, a Polónia importa de Angola essencialmente rochas ornamentais e madeira, facto que entende não traduzir a exploração das oportunidades de negócio que Angola oferece.

Para alterar o actual quadro da situação, o diplomata aponta a necessidade de se promoverem acções que permitam aos empresários do seu país conhecer as potencialidades e oportunidades de negócio em Angola.

Um dos pontos abordados na audiência desta quinta-feira foi o Fórum Empresarial Angola- Polónia, a realizar-se em Fevereiro próximo.

Para o embaixador, “o Fórum Empresarial Angola – Polónia figura-se como uma ocasião soberana para a Polónia dar a conhecer melhor as suas potencialidades económicas e empresariais”.

Piotr Mysliwiec defendeu ainda a necessidade de se aumentar o nível da cooperação e estreitar as relações com a AIPEX, bem como com outras entidades e instituições angolanas.

O embaixador acrescentou também que o encontro com o PCA da AIPEX serviu para afinar os preparativos da vinda da missão empresarial e económica do seu país a Angola, para o Fórum Económico Angola-Polónia, a decorrer entre os dias 8 e 9 de Fevereiro próximo.

Segundo o embaixador Piotr Mysliwiec, para o Fórum estão confirmadas 12 empresas, particularmente ligadas ao ramo das altas tecnologias, para participar do fórum.

Algumas das empresas, referiu ainda o diplomata europeu, são especializadas no controlo e defesa de fronteiras e outras do sector informático e finanças.

Avançou, por outro lado, que estão a ser preparada a assinatura de alguns acordos, particularmente com a AIPEX e a sua congénere da Polónia, sem no entanto adiantar os sectores e domínios.

Por sua vez, o Presidente do Conselho de Administração da Agência de Investimento Privado e Exportações (AIPEX), Lello Francisco, afirmou que o Fórum Económico Angola-Polónia vai contar com o empresariado nacional de todos os segmentos da actividade económica.

Fonte: CK

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- PUBLICIDADE-spot_img
0FãsCurtir
SeguidoresSeguir

MAIS LIDAS