sábado, maio 18, 2024
Home > Notícias > Chineses enganam 13 jovens raparigas vietnamitas com promessas de emprego em Angola mas acabaram na prostituição

Chineses enganam 13 jovens raparigas vietnamitas com promessas de emprego em Angola mas acabaram na prostituição

Mais 13 cidadãos vietnamitas foram enganados por chineses com promessas de emprego em Angola para acabarem na prostituição por troca de 150 a 200 mil kwanzas mensais.

Nesta segunda-feira, o Serviço de Investigação Criminal (SIC) deteve um casal chinês, ambos com 30 anos, por tráfico de seres humanos e de drogas e por liderar a rede de prostituição.

As cidadãs encontram-se no território nacional há dois anos, estando actualmente em permanência ilegal, porque vieram para o País com visto de fronteira, que dura apenas 30 dias.

As raparigas foram mantidas durante este tempo todo em cativeiro, numa residencial que se encontra no interior do Kilamba Shopping, no distrito urbano do KiKuxi, onde eram obrigadas a se prostituírem por 20 a 30 mil Kz.

As redes sociais foram as principais vias onde estas mulheres foram aliciadas pelos chineses, com falsas propostas para trabalharem em lojas, armazéns e spa”s, garantindo um salário de 300 a 400 mil kwanzas.

Porém, tudo isso ficou apenas no papel, depois da chegada das estrangeiras a Angola, o que era um sonho, transformou-se numa prisão onde foram exploradas sexualmente.

No local, conforme à imprensa constatou, também se consumiam de drogas, algumas com o objectivo de intensificar a capacidade de “trabalho”, servindo de estimulantes para as “funcionárias”.

O casal detido será presente ao Ministério Público e as 13 vietnamitas serão encaminhadas para o Serviço de Migrações e Estrangeiros.

Em menos de três meses o SIC desmantelou quatro redes de cidadãos asiáticos que se dedicavam ao tráfico de drogas, de seres humanos e à prostituição.

Todos estes grupos foram detidos no município de Viana, no distrito urbano do Kikuxi, no interior de alguns estabelecimentos que se encontram na via expressa.

Fonte: NJ

Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial