Quinta-feira, Julho 18, 2024
spot_img
spot_img
spot_img
InícioSociedadeCervejas lideram notoriedade nas marcas nacionais

Cervejas lideram notoriedade nas marcas nacionais

Cuca, Nocal e Eka, por esta ordem, são as marcas nacionais mais referenciadas pelos consumidores no estudo apresentado pela Superbrands.

O Estudo ao Consumidor apresentado, esta semana, pela Superbrands sobre as marcas de maior relevância para o consumidor angolano, para as marcas nacionais, atribui a liderança destacada à Cuca, que está à frente nos cinco rankings analisados – Notoriedade, Identificação, Necessidades, Unique e Confiança. Lidera também nas sete categorias de faixas etárias, bem como nas quatro categorias de rendimento económico da população.

No ranking nacional seguem- -se depois a Nocal e a EKA, também marcas de cerveja, a Pura, a Unitel, Blue, Tio Lucas, Coca- -Cola, Refriango, Booster, Kero, Tigra, Alimo, BAI, ZAP, Compal, Shoprite, Candando, Movicel e BFA, por esta ordem. As bebidas representam 53% do Top 20 das marcas referenciadas.

Já no ranking de todas as marcas presentes no mercado angolano, a Cuca aparece apenas na décima posição, sendo que lidera a Nike, a marca mais referenciada pelos angolanos, seguindo-se a Adidas, a Samsung, Gucci, Coca-Cola, Louis Vuitton, Puma, Toyota e iPhone.

No Top 10+ destas análises, as marcas relevantes são transversais a todas as idades, com Nike, Adidas e Samsung a surgirem com elevadas referências em todas faixas etárias, e a Coca-Cola a destacar-se em quatro das faixas etárias (com excepção da faixa etária entre 15 e 19 anos). Já em termos de estrato social, existe também um padrão comum a todas as faixas etárias, com a Moda no Top 3 das referências genéricas e as Bebidas no Top 3 das referências nacionais.

Pedro Diogo Vaz, Senior Partner da Superbrands Angola, destaca três aspectos relevantes deste estudo: “Primeiro, ao contrário do que se verifica em muitos outros mercados, a elevada percentagem da população em idade jovem, torna o mercado muito “padronizado”, sem grandes diferenças em termos de faixas etárias ou estrato económico.

Em segundo lugar, a relevância dada pela população às áreas de Moda, Tecnologia e Bebidas, permite perceber que são áreas atractivas para as empresas, mas já altamente concorrenciais. Finalmente, à semelhança de outros mercados, a Tecnologia e Telecomunicações são muito valorizadas como áreas de grande relevância em termos sociais, acompanhando as mudanças sociais que o mundo em geral vai experienciando”.

O estudo foi realizado pela Keyresearch, desenvolvido em 18 pontos amostrais da província de Luanda, mas representativo da população nacional, em termos de idade, género, estrato económico e localização geográfica

Fonte: Expansão

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- PUBLICIDADE-spot_img
0FãsCurtir
SeguidoresSeguir

MAIS LIDAS