Domingo, Julho 14, 2024
spot_img
spot_img
spot_img
InícioNotícias“Carteira profissional de pastores pode travar surgimento de falsos profetas”

“Carteira profissional de pastores pode travar surgimento de falsos profetas”

O bastonário da ordem dos Pastores Evangélicos de Angola (OPEA), Pedro de Boa Ventura, disse neste fim-de-semana, que a organização que lidera tem como objectivo, nos próximos tempos, criar uma “carteira profissional” dos pastores, para que a ordem tenha conhecimento de quantos pastores nacionais e estrangeiros existem e evitar, assim, o surgimento de falsos profetas.

O bastonário frisou que a Ordem tem orientado os seus membros a trabalharem mais com o Estado angolano, para que a Ordem possa ser potencializada e ter apoio institucional, a fim de que possam ter “maior papel em termo de identificação dos males que tem surgido no seio dos pregadores do evangelho”.

Pedro de Boa Ventura sublinhou que muitos dos bons pastores têm sido associados em vários casos de escândalos de imoralidade social. O líder religioso disse que isto só acontece, porque, não se reconhece a identidade que pode e devia defender esta classe. Daí que a ordem tem vindo a trabalhar no sentido de identificar, assim que ocorre algum mal que envolve pastores, a organização que deve se pronunciar naturalmente, a Ordem dos Pastores.

O religioso fez este pronunciamento, a margem das celebrações dos 20 anos desde a fundação da OPEA, que se assinalou no último sábado, 19 de Novembro deste ano.

A Ordem diz que muitos dos casos de pedofilia, extorsão de dinheiro, feiticismo, promessas falsa de milagres, muito destes actos, segundo a OPEA, são praticados por indivíduos que muitos dos casos não são pastores, e por não existir um cadastro geral para identificar quem é quem, encontramos essas dificuldades.

O religioso tem fé que este é um mal que a organização que lidera vai vencer, porque de acordo com o pastor têm trabalhado com o INAR, para por fim ao “garimpo do evangelho”.

Com mais de trezentas igrejas inscritas na ordem e com mais de mil e quinhentos membros, a OPEA, vai dar entrada ao Ministério da Cultura e órgãos afins, para que os pastores tenham carteira profissional.

“Nós iremos atribuir carteira profissional aos pastores”, disse e sublinha que para obtenção deste documento, os mensageiros da palavra de Deus tem de reunir alguns requisitos, e a ordem deve saber a sua idoneidade e a sua formação para que venha exercer o seu papel.

Pedro de Boa Ventura diz ser importante a obtenção da carteira profissional, para que haja organização dos pastores, bem como o Estado terá conhecimento de quantas igrejas existem no país, e saber também, quantos pastores existem.

“Nós exercemos o ministério do evangelho como uma profissão”, frisou e acrescenta que há pastores que exercem a tempo integral o ministério do evangelho e outros parcial, por isso, devem ser identificados quem são estes pastores.

Fonte: CK

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- PUBLICIDADE-spot_img
0FãsCurtir
SeguidoresSeguir

MAIS LIDAS