quarta-feira, maio 22, 2024
Home > Notícias > Caconda pede quatro autocarros para transporte público

Caconda pede quatro autocarros para transporte público

O município de Caconda, província da Huíla, necessita de, pelo menos, quatro autocarros para facilitar o transporte público entre a sede e as suas quatro comunas, manifestou hoje, terça-feira, na circunscrição, a directora local dos transportes, tráfego e mobilidade urbana, Lídia Maurício.

Em declarações à ANGOP, Lídia Maurício sublinhou que o município nunca foi contemplado com autocarros, constituindo uma preocupação e já escreveu ao Gabinete Provincial dos Transportes e Mobilidade Urbana, de quem aguarda por uma resposta.

Segundo a responsável, a província recebeu alguns autocarros nos últimos tempos, mas até ao momento Caconda não foi contemplada e  continua a servir-se de “candongeiros” com todos os riscos inerentes, para além de não corresponderem à demanda do município, pois a população aumentou e com isso a consequente necessidade de mobilidade.

“Temos visto alguns autocarros particulares que chegam apenas às comunas do Gungui, Cusse e Waba, mas por causa do maus estado troço, esses transportes não operam com regularidade até à sede do município”, lamentou.

Para Lídia Maurício, caso sejam contemplados, esses autocarros, “ajudariam muito”, porque com a terraplenagem de alguns troços, as pessoas conseguiriam mover-se das aldeias com motorizadas de três rodas até à  sede da comuna, onde encontrariam um autocarro para levava-las ao município ou ao Lubango.

Convidado a abordar o assunto, o chefe de departamento de tráfego e mobilidade do Gabinete Provincial dos Transportes e Mobilidade, Octávio João, admitiu em entrevista à ANGOP, que receberam do Governo Central alguns meios, mas dadas características de transporte urbano, foram entregues, numa primeira instância, aos municípios do Lubango, Humpata, Chibia e Matala.

Quanto aos restantes dez municípios, fez saber que devido a distância que os separa, houve a necessidade de mobilizar alguns privados para suprir a carência de transporte, admitindo que a resposta ainda está aquém da demanda.

“Estamos a fazer contactos e a negociar com a Associação de Mini-autocarros para atender o corredor Cacula, Caluquembe e Caconda (150 km de extensão), com vista a reduzir paulatinamente a circulação de Hiaces e com isso os acidentes”, sublinhou a fonte.

O município de Caconda, com quatro mil 715 km²,  dista a 236 quilómetros da sede capital da província da Huíla e tem uma população de 214 mil 48  habitantes.

Fonte: Angop

Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial