Domingo, Julho 14, 2024
spot_img
spot_img
spot_img
InícioNotíciasAutomobilistas enaltecem início de obras na EN 230

Automobilistas enaltecem início de obras na EN 230

Automobilistas e outros utentes enalteceram, em Saurimo, o início de obras de ampliação do troço Candembe-Centro da cidade, Estrada Nacional EN 230, para tornar o trânsito fluido e seguro, na via que dá acesso ao principal mercado informal na sede da província da Lunda-Sul, soube à imprensa.

O movimento de máquinas, camiões em serviço exige de outros condutores paciência, acentuada pela presença redobrada de agentes para impor a ordem no trânsito, habitualmente “apertado”, por conta da presença de dezenas de motociclos em serviço de táxi.

Em conversa com o operador de camiões da empresa Omatapalo Domingos Ernesto, este  afirmou que os trabalhos em curso reflectem a parte final do lote nove, com 70 quilómetros concluídos, dos mais de 80 susbscritos no contrcto de execução  na principal estrada que liga a província à capital do país.

O ajudante de obras William Dias explicou que os trabalhos engajam uma equipa de 18 colaboradores, que o objectivo é garantir uma estrada com 12 metros de largura, contra os oito anteriores e que, pelo ritmo da execução, a empreitada vai, sem precisar datas, ser concluída antes do prazo previsto no contrato.

 Reconhecendo a falta de uma via alternativa por “alegado insucesso no estudo de viabilidade realizado”, o fiscal da obra João Ventura apela à “paciência e  colaboração de todos, apesar dos automobilistas Óscar Chia e Pedro Anacleto insistirem na necessidade de criar uma escapatória para mitigar as paralisações constantes no percurso de aproximadamente dois quilómetros. 

Reagindo aos embaraços que a execução da empreitada gerou, o director do Gabinete Provincial da Lunda-Sul dos Serviços Técnicos e Infra-estruturas, Félix Manaças, destacou a oportuna iniciativa da empresa Omatapalo, que optou por realizar os trabalhos num sentido de marcha e libertar a faixa no sentido inverso, a fim de facilitar a “circulação aos soluços” no outro.

Via do 14

As obras, que começaram na conhecida Rotunda de Santo António, avançam, com terraplenagem às margens da Estrada Nacional 180 (Saurimo/Lwena), delimitadas por paredes em betão com acessos definidos, para a progressão da asfaltagem e permitir a construção de passeios num raio de aproximadamente quatro quilómetros. Na tentativa sem sucesso de contactar os fiscais na via, as impressões colhidas de utentes e moradores da zona serviram de base para produzir o conteúdo publicado.

Francisco Matumina e Quintas Muatxissengue, que residem no bairro Santo António, há mais de oito anos, encorajam o Governo a prossseguir com projectos do género. Apontam a necessidade de valas de drenagem para normalizar o fluxo das águas das chuvas que todos os anos destroem habitações.

Fonte: JA

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- PUBLICIDADE-spot_img
0FãsCurtir
SeguidoresSeguir

MAIS LIDAS