Domingo, Julho 14, 2024
spot_img
spot_img
spot_img
InícioNotíciasAngola com boas referências na produção de energias limpas

Angola com boas referências na produção de energias limpas

Angola está no bom caminho em termos de produção de energia e transição energética, espelhando uma boa imagem neste quesito, disse, este sábado, o embaixador extraordinário e plenipotenciário de Angola nos Emirados Árabes Unidos (EAU), Albino Malungo, quando falava na 13ª Assembleia-Geral da Agência Internacional de Energias Renováveis (IRENA), que decorre até hoje, na cidade de Abu Dhabi, no âmbito da Semana de Sustentabilidade 2023.

O diplomata angolano, que participa na assembleia como representante permanente de Angola junto da IRENA, e chefia a delegação do Ministério da Energia e Águas (MINEA) no evento, apontou que o nosso país é um membro activo da IRENA desde a sua criação, em 2009, tendo boa cooperação com a Masdar, potência de energia limpa dos Emirados Árabes Unidos.

Sobre as relações com os EAU, Albino Malungo considerou-as boas na medida em que crescem cada vez mais e que um dos sectores, nesta altura, como prioridade, é o da agricultura, com o surgimento de empresários dos Emirados Árabes Unidos que acreditam no mercado angolano e com pretensão de investir no país.

O director do Gabinete de Intercâmbio Internacional do Ministério da Energia e Águas, integrante da delegação ao evento, Kiala Pierre, reforçou que o Executivo angolano vai continuar a trabalhar e fazer os possíveis para que, até 2025, se possa produzir, a nível do país, pelo menos, 70 por cento de energias limpas.

Kiala Pierre apontou que da matriz eléctrica do país, 60 por cento é de produção de energias limpas, fruto dos vários projectos implementados pelo Governo angolano e parcerias internacionais, que visam reduzir a utilização do diesel na produção de energia.

“Angola tem todo o interesse em desenvolver projectos solares, a pensar no futuro, para preencher lacunas e, por outro lado, para reduzir a utilização do diesel na geração de energia, com a instalação, aos poucos, de centrais solares”, referiu.

Kiala Pierre apontou os vários projectos de centrais fotovoltaicos desenvolvidos no país, com o apoio dos EUA, que vão abranger, principalmente, as províncias do Leste e outras.

Falou, também, de acordos assinados, recentemente, com algumas empresas dos Emirados Árabes Unidos, para o desenvolvimento de energia solar no país e da elaboração de um atlas com inventário das potencialidades em termos de energias renováveis.

O evento, que termina hoje, reúne mais de 400 delegados de 108 países.

O IRENA é uma agência internacional com a missão de promover e desenvolver as energias renováveis em todo mundo, face à problemática do dióxido de carbono, surgindo da necessidade da sua redução na atmosfera.

Nesta 13ª Assembleia-Geral da Agência Internacional de Energias Renováveis, Angola vai apresentar o balanço das actividades que vem desenvolvendo no âmbito das energias renováveis, indicar projectos, partilhar e colher experiências.


Semana da Sustentabilidade de Abu Dhabi 

A Semana da Sustentabilidade de Abu Dhabi 2023, a ADSW, começou, ontem, com a realização de vários eventos, dentre eles, a Assembleia-Geral da IRENA, em que o nosso país participou como membro activo daquela organização Internacional de Energias Renováveis.

Segundo a agenda da Semana da Sustentabilidade, a cerimónia de abertura oficial acontece amanhã, bem como a cerimónia do Prémio Zayed de Sustentabilidade, e o início da Cimeira ADSW, que vai até ao dia 17.

Este ano, sob o lema: “Unidos para Acção Climática Rumo à COP28”, a Semana da Sustentabilidade retoma para definir a agenda da acção climática inclusiva.

Os eventos acontecem no Centro Nacional de Exposições de Abu Dhabi (Adnec) e contam com a presença de cerca de quatro mil delegações internacionais, líderes mundiais, formuladores de políticas seniores, empresários, cientistas e acadêmicos.

O Chefe de Estado, João Lourenço, participa hoje e amanhã num fórum de debate em torno do Ambiente. O Presidente vai intervir num painel intitulado “Permitir que África se  torne numa central de energia limpa”, juntamente com os Presidentes da Zâmbia, Uganda e Tanzânia.

Realizada, anualmente, no mês de Janeiro, a Semana da Sustentabilidade de Abu Dhabi 2023, decorre de 14 a 19 deste mês e trata-se de uma série de eventos adaptados à agenda mundial de sustentabilidade.

Hidrogénio Verde

A Semana de Sustentabilidade de Abu Dhabi (ADSW 2023) inclui, pela primeira vez, uma Cimeira do Hidrogénio Verde, organizada pela empresa especializada de Masdar, que destaca o seu potencial para descarbonizar indústrias-chave, ajudando países a alcançar o objectivo líquido zero.

Entre amanhã e quarta-feira, a ADSW 2023 vai procurar envolver a juventude na acção climática, com a plataforma Youth for Sustainability (Juventude para a Sustentabilidade), que detém o Y4S Hub, com o objectivo de atrair três mil jovens.

O evento conta ainda com o fórum anual da plataforma Mulheres em Sustentabilidade, Meio Ambiente e Energia Renovável da Masdar (WiSER), dando às mulheres mais voz  no debate sobre sustentabilidade.

Como nos anos anteriores, a ADSW 2023 também conta com eventos liderados por parceiros e oportunidades de engajamento internacional, com tópicos relacionados à sustentabilidade, incluindo a Assembleia-Geral da IRENA (Agência Internacional de Energia Renovável), o Fórum de Energia do Conselho Atlântico, o Fórum de Abu Dhabi de Finanças Sustentáveis e a Cimeira Mundial de Energia do Futuro.

Fonte: JA

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- PUBLICIDADE-spot_img
0FãsCurtir
SeguidoresSeguir

MAIS LIDAS