quinta-feira, junho 20, 2024
Home > Notícias > Aldeias rurais vão beneficiar da distribuição de energia fotovoltaica

Aldeias rurais vão beneficiar da distribuição de energia fotovoltaica

Angola beneficia de mais de mil milhões de dólares para construir infra-estruturas para a expansão e distribuição de energia fotovoltaica para as aldeias rurais em todo o país.

A 24 de Julho de 2023, o Standard Chartered Bank anunciou a disponibilidade 1,4 mil milhões de dólares em financiamento para o Ministério das Finanças construir as infra-estruturas.

“Os novos sistemas de geração de energia ajudarão as aldeias rurais em todo o país a tornarem-se auto-suficientes e menos dependentes da principal rede eléctrica de Angola”, refere o Standard Chartered.

“O projecto de electrificação está a ser desenvolvido pelo Ministério da Energia e Águas, beneficiará cerca de 203 mil agregados familiares (cerca de um milhão de angolanos) em 60 comunidades”.

As províncias incluem Moxico, a maior do país localizada no Leste, Lunda- Norte e Lunda-Sul, no Nordeste, Bié, no Centro, e Malanje, que se encontra no Noroeste.

Financiamento de centrais solares

O Standard Chartered referiu-se igualmente a um empréstimo de 900 milhões de dólares para Angola financiar duas centrais solares fotovoltaicas.

O Standard Chartered disse que o empréstimo vai financiar 48 sistemas híbridos de geração fotovoltaica com armazenamento de energia, que vão actuar  como “mini-redes” e operar de forma autónoma,fornecendo acesso a 100% de electricidade renovável para comunidades não ligadas à rede eléctrica nacional.

“Além disso, o financiamento vai apoiar a expansão da rede nacional em Malanje e construir novas linhas e redes para ligar outros municípios.”

O projecto de electricidade, refere, vai ajudar a diversificar a matriz energética do país. “A instalação da nova rede eléctrica ajudará a diversificar a matriz energética do país e os cálculos mostram que Angola  pode economizar até 7,9 megatoneladas de emissões de CO2”, disse a empresa.

Cláudia Conceição, CEO do Standard Chartered Bank Angola disse: “O compromisso com o desenvolvimento sustentável e o apoio às comunidades na transição para energia renovável reflecte-se no nosso financiamento da infra-estrutura de electricidade movida à energia solar em Angola.”

O financiamento é apoiado pela agência alemã de crédito à exportação Euler Hermes e o empreiteiro MCA Group está a gerir a construção do projecto.

Edna Schöne, membro do Conselho Executivo da Euler Hermes, disse que  este projecto não é apenas de importância crucial para Angola e a África subsaariana, mas ajuda a reduzir as emissões de gases com efeito de estufa.

“Estamos satisfeitos que muitas pequenas e médias empresas alemãs estejam envolvidas neste projecto e contribuirão para o  sucesso do projecto com a sua tecnologia e know-how.”

Fonte: JA

Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial