quarta-feira, maio 22, 2024
Home > Economia > País tem mais de sete mil obras paralisadas

País tem mais de sete mil obras paralisadas

Das mais de nove mil obras em construção em todo o País, no ano em curso, apenas 1.970 estão em processo de execução, estando paralisadas 7.205.

Especialista alerta para o impacto negativo que isso poderá causar tanto para o ambiente como para os cofres de Estado.

Um levantamento feito pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) indica que, de Janeiro a Junho do ano corrente, 7.205 obras no País se encontravam paralisadas, num universo de 9.157 obras, quer públicas ou privadas.

Os dados do relatório do INE sobre o Inquérito Trimestral de Avanço e Acompanhamento dos Edifícios em Processos de Construção (ITAEPC), consultado pelo Novo Jornal, mostram, igualmente, que, das mais de nove mil obras, apenas 1.970 estão em processo, ou seja, obras que, no momento do inquérito, apresentavam as seguintes características: inacabadas, novas, reincidentes e concluídas.

O documento, publicado trimestralmente pelo Instituto de Estatística, não descreve as razões da paralisação das obras, mas sublinha que, durante o período em análise, estiveram envolvidos na construção de edifícios mais de sete mil trabalhadores, subdivididos em três categorias: permanentes, subcontratados e não-remunerados, com um custo médio mensal da mão-de-obra a rondar os mais de 840 milhões Kz.

Segundo o relatório, Luanda, Huambo, Kwanza-Sul e Moxico são as províncias que registaram mais obras em andamento.

Já as províncias que concentram maior área bruta em metros quadrados são Zaire, Luanda, Kwanza-Sul e Uíge.

O documento, de 26 páginas, refere, igualmente, que, quanto ao propósito, as obras estão classificadas em obras para habitar, uso próprio e propósito misto.

Na categoria das obras para habitar, destacam-se as províncias de Benguela, Kwanza-Sul e Malanje e Luanda. Huíla, Uíge, Lunda-Sul e Luanda lideram a lista de construção para uso próprio.

Fonte: NJ

Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial